Tamanho do texto

A petroleira consultou a agência para oferecer como garantia o óleo de Tubarão Martelo para os direitos adquiridos no último leilão de áreas de exploração

Reuters

Plataforma da OGX na Bacia de Campos
Divulgação
Plataforma da OGX na Bacia de Campos

A petroleira OGX confirmou na noite de quinta-feira que havia consultado a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre a possibilidade de oferecer óleo como garantia ao direitos adquiridos no último leilão de áreas de exploração.

A OGX consultou a agência para oferecer como garantia o óleo de Tubarão Martelo para os direitos adquiridos no último leilão.

Em comunicado, a OGX informou que "aguarda a confirmação da ANP acerca desta possibilidade" e acrescentou que "espera ter as condições necessárias" para pagar o bônus de assinatura à ANP dentro do prazo estabelecido pela agência.

Enfrentando uma crise de credibilidade no mercado e a falta de recursos em caixa para fazer frente aos investimentos, a empresa de petróleo de Eike Batista busca oferecer garantias à ANP no programa exploratório mínimo e honrar o pagamento dos blocos arrematados na 11ª rodada.

Na ocasião, a OGX levou 13 blocos sozinha e em parcerias, oferecendo o pagamento de bônus de 370 milhões de reais.

As empresas vencedoras do leilão terão suas garantias analisadas até o fim de julho, ficando habilitadas para assinar os contratos de concessão das áreas caso elas sejam aprovadas.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.