Tamanho do texto

Empresa planeja impulsionar lucro operacional do grupo de € 1,5 bi para € 2,3 bi até 2015

Reuters

A Lufthansa, maior empresa aérea da Europa, lançou a nova marca de sua empresa de baixo custo Germanwings nesta segunda-feira (1°), em uma tentativa de cortar custos e reconquistar passageiros das rivais.

-Veja também: Anac cancela voo da Lufthansa para São Paulo com Boeing 747-8

A Germanwings, que está assumindo a maioria dos voos de curta distância da Lufthansa na Europa, busca se reposicionar como uma empresa de baixo custo para viajantes de negócios, oferecendo serviços extras como champanhe e um espaço maior para as pernas dos passageiros.

A Lufthansa encerrou seus negócios de curta distância em janeiro porque vinha perdendo dinheiro, principalmente devido à concorrência de companhias aéreas de baixo orçamento como EasyJet Air Berlin e Ryanair.

Lufthansa encerrou seus negócios de curta distância em janeiro porque vinha perdendo dinheiro
Getty Images
Lufthansa encerrou seus negócios de curta distância em janeiro porque vinha perdendo dinheiro

O relançamento da Germanwings faz parte do plano de três anos da Lufthansa para impulsionar o lucro operacional do grupo de € 1,5 bilhão para € 2,3 bilhões até 2015.

Carsten Spohr, membro do Conselho da Lufthansa, disse que os custos dos Germanwings têm de estar em pé de igualdade com outros empresas e levantou a possibilidade de abandonar as rotas não competitivas.

"Se em algum momento esse não for mais o caso, e mesmo se isso for verdade apenas para algumas rotas, então nós temos que nos retirar dessas rotas ou mesmo de bases operacionais. Nós não queremos isso, claro, e temos que evitar", disse ele em uma entrevista publicada nesta segunda-feira (1°) pelo jornal Stuttgarter Zeitung.

Germanwings tem como objetivo registrar um lucro em 2015. Em 2011, a última vez em que publicou os resultados, o seu prejuízo operacional aumentou para € 52 milhões, ante € 39 milhões em 2010.