Tamanho do texto

Maior fabricante de genéricos da África está em uma trilha de aquisição agressiva este ano

Reuters

A Aspen Pharmacare, farmacêutica da África do Sul, disse na quinta-feira (27) que iria adquirir um negócio de medicamentos e fabricação da farmacêutica americana Merck, em um acordo de US$ 1 bilhão para reforçar sua presença na Europa, América Latina e Ásia.

-Veja também: lei americana obriga farmacêuticas a divulgar valores pagos a médicos

A maior fabricante de medicamentos genéricos da África está em uma trilha de aquisição agressiva este ano que ampliou sua oferta de remédios em regiões de rápido crescimento, como América Latina e sudeste da Ásia, e elevou o preço da sua ação.

A Aspen disse em comunicado que iria comprar carteira de 11 medicamentos da Merck
Getty Images
A Aspen disse em comunicado que iria comprar carteira de 11 medicamentos da Merck

A Aspen disse na semana passada que estava em negociações para comprar drogas para tratamento de trombose e uma fábrica francesa da GlaxoSmithKline em um acordo que provavelmente também será de US$ 1 bilhão.

Analistas não esperam que o negócio com Merck inviabilize a compra da Glaxo.

A Aspen disse em um comunicado que iria comprar uma carteira de 11 medicamentos —incluindo terapia de reposição hormonal, contraceptivos orais e um anti-coagulante— da Merck e um negócio de fabricação, na Holanda, que também tem uma unidade nos EUA.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.