Tamanho do texto

Grupo norte-americano já licenciou a marca Trump Tower para a construção de cinco torres comerciais na região portuária do Rio de Janeiro, que passa por revitalização

Hotel da Trump Organization, em Chicago, EUA
Trump Organization
Hotel da Trump Organization, em Chicago, EUA

O grupo Trump Organization, conhecido por atuar no mercado de hotéis luxo nos EUA e ser gerenciado pela família do bilionário empresário Donald Trump, pretende entrar no setor hoteleiro nacional.

A empresa já fechou parceria com a construtora MRP para licenciar o uso da marca em cinco torres comerciais que fazem parte do projeto Porto Maravilha, de revitalização da região portuária do Rio de Janeiro, e agora planeja administrar e gerenciar hotéis no País.

Leia também: Donald Trump anuncia megaprojeto imobiliário no Rio de Janeiro

“Há hoje uma carência no mercado brasileiro de grifes de luxo no setor hoteleiro, que já existem no mercado internacional”, afirmou Serena Rakhlin, vice-presidente de Desenvolvimento e Aquisições para as Américas da divisão de hospitalidade da Trump.

De acordo com a executiva, esta carência faz com que hóspedes brasileiros viajem até Miami por não encontrarem serviços com alto nível de personalização no Brasil.

“É questão de encontrar o parceiro certo. Geralmente, não fazemos hotéis sem parcerias em mercados onde estamos iniciando”. A Trump olha mais especificamente para os mercados em São Paulo, Rio de Janeiro e destinos para resorts. Atualmente, a empresa conversa com potenciais investidores e parceiros.

Países emergentes fazem parte dos planos de expansão do grupo. Segundo Serena, o Brasil é o terceiro mercado emergente no mundo no qual a divisão de hospitalidade do grupo deve entrar.

O primeiro foi a Índia, onde a organização já tem um projeto em análise, e o segundo foi a China, em Xangai, onde a empresa já tem um escritório representativo.

Com a expansão no Brasil, a rede norte-americana também pretende criar um escritório por aqui.

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.