Tamanho do texto

A companhia entrou em áreas como energia e gás em busca de lucros extra após alguns bancos se retirarem do mercado de commodities

Reuters

A trading de commodities Mercuria teve um Ebitda recorde em 2012, após imitar rivais como a Vitol e expandir para fora de seu negócio de petróleo. A companhia entrou em áreas como energia e gás em busca de lucros extra após alguns bancos se retirarem do mercado de commodities.

A Mercuria, que geralmente não divulga seus resultados publicamente, revelou seu desempenho para cerca de 100 contrapartes do setor bancário, enquanto se prepara para vender até um quinto da empresa a investidores estratégicos.

Veja também: Com a compra da Seara, JBS terá aumento de R$ 10 bilhões no faturamento

Os resultados, obtidos pela Reuters por meio de fontes do mercado, mostraram que sua geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) subiu em cerca de 12%, para 580 milhões de dólares em 2012. O lucro líquido atribuível aos acionistas, no entanto, caiu 10%. O diretor financeiro, Guillaume Vermersch, confirmou os números noticiados por telefone.

"Há enormes oportunidades para desenvolver seletivamente ao escolher cuidadosamente o que algumas instituições financeiras costumavam fazer", disse Vermersch, referindo-se a uma retirada dos bancos do mercado de commodities para se concentrar em suas atividades principais de empréstimos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.