Tamanho do texto

Especulações ganharam força após ministério afirmar que governo ajudaria Azul na aquisição

Agência Estado

Azul espera captar cerca de R$ 1 bilhão com abertura de capital na bolsa
Divulgação/Azul
Azul espera captar cerca de R$ 1 bilhão com abertura de capital na bolsa

A Azul não está interessada na compra da portuguesa TAP, disse nesta terça-feira (11) o empresário David Neeleman, controlador e fundador da Azul. 

As especulações de que a Azul pudesse estar interessada na companhia aérea portuguesa ganharam força após o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, afirmar que o governo pode ajudar a Azul se ela desejar adquirir a TAP.

-Veja também: companhia aérea Azul voa em busca do mercado internacional

Pimentel acompanhou a presidente Dilma Rousseff em uma visita oficial à Portugal no início desta semana. Neeleman afirmou que conversou com o governo brasileiro sobre ajudar a TAP. "Dissemos que poderíamos ajudar a TAP com conexões, por exemplo", disse, mas reiterou que a Azul está muito focada em sua oferta pública inicial de ações, prevista para este ano.

No mês passado, a Azul afirmou que, um ano depois de se juntar à concorrente Trip e se firmar como a terceira maior companhia de aviação do País, vai abrir o capital na bolsa e espera captar cerca de R$ 1 bilhão com a operação. O governo português precisa vender a TAP até o fim do ano, sob as exigências do seu programa de resgate financeiro, mas o momento é difícil.

A maioria das companhias aéreas europeias amarga prejuízo em suas operações domésticas. A TAP oferece muitos voos para o Brasil e isso pode explicar o interesse do governo na compra da companhia pela Azul. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.