Tamanho do texto

Produtos serão fabricados na planta de Mauá da Lider Brinquedos, em São Paulo

A fabricante de brinquedos Mattel irá iniciar a produção no Brasil, a partir deste mês, de produtos de sua marca para bebês Fisher-Price por meio de uma parceria com a brasileira Lider.  Os brinquedos serão feitos na fábrica da parceira em Mauá, São Paulo.

Ricardo Roschel, da Mattel: em busca de parceiros no segmento de brinquedos
Divulgação
Ricardo Roschel, da Mattel: em busca de parceiros no segmento de brinquedos

Inicialmente, a parceria abrange três brinquedos: o Copinho de Empilhar, Balde Primeiros Blocos e Pirâmide de argola, cujos preços variam entre R$ 19,99 e R$ 39,99. Mesmo com a nacionalização da produção, os preços se mantêm inalterados.

"Temos mais custos para produzir aqui, mas queremos reforçar a imagem da marca, e não sermos mais vistos como importadores. E mostrar que o problema não são os produtos importados, mas os ilegais", diz Ricardo Roschel, diretor de operações da Mattel no Brasil.

A Lider já produz no País produtos de consumo (como calçados, mochilas e bolas) que levam as marcas da Mattel, como Barbie, Hot Wheels e Max Steel. 

Para abrigar a produção, a fábrica da Lider utilizará sua capacidade de produção ociosa no primeiro semestre do ano e irá ampliá-la nos seis meses posteriores.

É a terceira parceria da companhia com fabricantes locais. A empresa já havia anunciado, no ano passado, a produção local de quebra-cabeças por meio de uma parceria com a Grow, e já produz há três anos os jogos de cartas Uno na Zona Franca de Manaus por meio de parceria com a Copag.

Roschel conta que a produção local da marca já atinge 50% de unidades comercializadas no País, considerando produtos de consumo e brinquedos. A outra metade é importada do Sudeste Asiático.

Complementação

A maior parte da fatia é representada por produtos de consumo, nos quais o Brasil já é o segundo mercado da marca. Atualmente, a Mattel já tem parcerias com 80 empresas nacionais para desenvolvimento destes produtos.

Balde Primeiros Blocos será produzido no País a partir deste mês
Divulgação
Balde Primeiros Blocos será produzido no País a partir deste mês

Com parcerias consolidadas no segmento, a companhia quer agora reforçá-las no mercado para brinquedos, onde o Brasil também é o segundo maior mercado da marca.

"A parceria com a Copag começou em 2004, mas o pico da produção, de 5 milhões de cartas Uno, foi atingida em 2010. Desde 2011, decidimos ser mais agressivos e buscar parcerias para a produção de brinquedos", diz Roschel. 

O próximo passo é fabricar bonecas em solo nacional, e estender a fabricação do portfolio da Fisher-Price por aqui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.