Tamanho do texto

Em 2012, foram pagos R$ 5,7 bilhões em indenizações, 11,44% a mais que em 2011

Agência Estado

O mercado de seguros de pessoas, que inclui vida individual e em grupo, prestamista (que tem por objetivo garantir quitação de dívida de um segurado) e educacional (que garante pagamento de mensalidades escolares de dependentes do segurado), fechou 2012 com R$ 21,8 bilhões em prêmios emitidos, alta de 14,45% sobre 2011, segundo a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi).

Seguro de pessoas do BB e Mapfre lidera crescimento em 2012

No ano passado foram pagos aos segurados cerca de R$ 5,7 bilhões em indenizações, 11,44% a mais que em 2011. O seguro viagem foi destaque, com expansão de 59,28% na mesma comparação, para R$ 68,1 milhões de prêmios emitidos no acumulado do ano.

O segundo maior crescimento relativo foi o seguro educacional, com 42,24% de alta, para R$ 27 milhões em 2012. Já o seguro contra desemprego e perda de renda cresceu 32,71%, para R$ 108,6 milhões. O prestamista, em parceria com redes de varejo, teve um aumento de 29,49%, para prêmios de R$ 5,8 bilhões, contra R$ 4,5 bilhões, em 2011.

Somente no mês de dezembro, a categoria de seguros de pessoas movimentou R$ 1,9 bilhão, 18,58% acima do mesmo mês de 2011. Os produtos com melhor desempenho foram o de viagem, alta de 78,84% para R$ 6,7 milhões, e o prestamista, com avanço de 59,50% ante dezembro de 2011, para R$ 593,4 milhões. Já o seguro de vida em dezembro respondeu por R$ 747 milhões, o que representa um crescimento de 8,49%.