Tamanho do texto

Encomendas para o Natal, que geram maior receita e favorecem o fluxo de caixa, favoreceram situação financeira das empresas e ajudaram a reduzir inadimplência

Reuters

SÃO PAULO - O nível de inadimplência das empresas brasileiras diminuiu em 3,4% em novembro na comparação com outubro, na segunda queda mensal vista no atual semestre, informou nesta sexta-feira (28) a Serasa Experian.

LEIA TAMBÉM:
Inadimplência é mais comportamental do que econômica, diz Serasa

Já em relação a novembro do ano passado, houve alta de 0,1%, o menor patamar na relação anual verificado este ano, segundo a Serasa. Nos 11 meses até novembro, enquanto isso, a inadimplência de empresas acumula expansão de 11,5%.

Para os economistas da Serasa, a situação financeira das empresas tem melhorado gradualmente com as encomendas de Natal, que incrementam a geração de receitas e favorecem o fluxo de caixa.

"Os juros historicamente baixos, a redução --mesmo que lenta-- da inadimplência dos consumidores, os estímulos ao consumo pela via de benefício fiscal e a desvalorização do real, fundamental para as indústrias, são outros fatores que contribuem para este resultado", afirmaram, em nota.

Em novembro ante outubro, os títulos protestados apuraram a maior queda entre as dívidas, de 12%, seguidos por dívidas com bancos (-2,7%). Já os cheques sem fundos aumentaram em 1,1% e as dívidas não bancárias ficaram estáveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.