Tamanho do texto

Negócio vai aumentar carteira de financiamentos concedidos no Brasil; financeira é responsável por 29% de todas as vendas da montadora no mercado brasileiro

A General Motors concluiu a compra de toda a operação internacional da financeira Ally Financial, aqui no Brasil chamada de GMAC. Segundo o presidente da montadora para a América do Sul, Jaime Ardila, a companhia despendeu US$ 4,2 bilhões na transação, sendo que US$ 2 bilhões foram em dinheiro para a GM Financial, aumentando seu patrimônio líquido e assegurando uma estrutura de capital pro forma apropriada.

A GM criou a GM Financial em 2010 para agregar capacidades de financiamento cativo nos Estados Unidos e Canadá, em segmentos estratégicos e pouco atendidos. Com a adição da Ally International Operations, a GM Financial será capaz de dar suporte aos clientes e concessionários GM em mercados que compreendem cerca de 80% das vendas globais da GM, ao mesmo tempo em que obtém forte retorno ajustado aos riscos.

“É o fechamento de um ciclo e isso mostra a consolidação financeira da companhia. Agora estamos aptos a conseguir o grau de investimento e com isso diminuir os custos financeiros em nossas transações”, disse Ardila.

Segundo o presidente da GMAC no Brasil, David Brikman, o negócio vai aumentar a carteira de financiamentos concedidos aqui no país. Hoje, a financeira é responsável por 29% de todas as vendas realizadas pela GM no mercado brasileiro. “Já realizamos US$ 1,6 bilhão em contrato até setembro, esse número vem crescendo a cada ano. Seremos mais competitivos nesse mercado daqui para frente”, disse o executivo.

A GM tem hoje cerca de 19% das vendas de veículos no mercado brasileiro, o que lhe confere a terceira posição no ranking do país. De acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), até outubro a montadora comercializou 440,03 mil automóveis e comerciais leves no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.