Tamanho do texto

Montadora informou que as vendas em outubro subiram 14%, para 412.189 veículos, na comparação anual, com recuperação de greves na Coreia do Sul e aumento da produção no exterior

Reuters

A Hyundai divulgou recorde nas vendas em outubro, mas as ações da empresa caíram nesta quinta-feira, o que segundo analistas foi motivado por rumores no mercado de que a montadora sul-coreana pode enfrentar um recall ou um processo nos Estados Unidos.

A montadora informou que as vendas em outubro subiram 14 por cento, para 412.189 veículos, na comparação anual, com recuperação de greves na Coreia do Sul e aumento da produção no exterior.

As ações da montadora chegaram a recuar 5,6 por cento nesta quinta-feira.

"A queda nas ações parece ser resultado de rumores que circulam pelo mercado de que a Hyundai vai enfrentar problemas no mercado norte-americano", disse o analista do setor automobilístico Ahn Se-hwan, da IBK Securities.

Dois executivos da Hyundai disseram à Reuters não ter conhecimento de tais problemas e um porta-voz da montadora disse que a companhia está investigando os rumores e que não teria nenhum comentário imediato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.