Tamanho do texto

Empresa divulgou um lucro líquido de US$31,6 milhões ante US$164,2 milhões na comparação anual

Reuters

A Avon cortou seu dividendo em quase 74 por cento nesta quinta-feira, enquanto anuncia medidas para cortar custos em, no mínimo, 400 milhões de dólares dentro de três anos e relatou uma queda acentuada nos lucros do terceiro trimestre.

A empresa divulgou um lucro líquido de 31,6 milhões de dólares, ou 0,07 dólar por ação, sobre uma receita de 2,55 bilhões de dólares, ante 164,2 milhões de dólares, ou 0,38 dólar por ação, e receita de 2,76 bilhões de dólares na comparação anual.

A companhia disse que sofreu com o aumento de custos de produtos e taxas de câmbio desfavoráveis.

Excluindo itens, como uma taxa de depreciação de seus resultados decepcionantes na China, a Avon teve lucro de 0,17 dólar por ação, abaixo da média de 0,22 dólar estimada por analistas, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Além disso, a Avon reduziu seus dividendos trimestrais para 0,06 dólar por ação, ante 0,23 dólar por ação para ter mais flexibilidade.

Excluindo os impactos de flutuações do câmbio, as vendas foram maiores no Brasil, um dos principais mercados da Avon.

Mas nos demais mercados, os problemas da empresa continuam. Na América do Norte as vendas caíram 8 por cento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.