Tamanho do texto

A Manganese Bronze vem tendo prejuízos há quatro anos devido a problemas na linha de montagem e foi registrada uma queda de 9,1% nas vendas no Reino Unido em 2011

EFE

A companhia Manganese Bronze, que fabrica os emblemáticos táxis de cor preta de Londres, anunciou nesta quarta-feira que está negociando com potenciais investidores interessados em resgatar a empresa de sua atual delicada situação financeira.

A Manganese Bronze vem tendo prejuízos há quatro anos devido a problemas na linha de montagem e foi registrada uma queda de 9,1% nas vendas no Reino Unido em 2011. Além disso, a situação foi agravada por erros na contabilidade dos seis primeiros meses do ano descobertos recentemente.

Segundo informou hoje a imprensa britânica, a fabricante recorreu à empresa de consultoria Pricewaterhousecoopers para encontrar um investidor após o fracasso nas tentativas de conseguir financiamento por meio da companhia chinesa Geely, que possui parte das ações da Manganese Bronze.

De acordo com a empresa de consultoria, até o momento houve um "altíssimo e incomum interesse" pela fabricante britânica por parte de possíveis investidores da Europa e de outras partes do mundo. "Começamos imediatamente a negociar com uma lista de partes interessadas, britânicas e internacionais", afirmou Matthew Hammond, administrador da Pricewaterhousecoopers.

Recentemente, foram descobertos problemas de contabilidade na venda do novo modelo da Manganese Bronze, o TX4, o que obrigou a companhia a suspender temporariamente a venda do veículo e retirar de circulação 400 exemplares já comercializados.

A Manganese Bronze emprega na atualidade 277 pessoas, a maioria delas em sua sede central, situada em Coventry, no norte da Inglaterra. Atualmente, circulam por Londres cerca de 22 mil táxis pretos da Manganese Bronze. No resto do país, esse número é de aproximadamente 18 mil.