Tamanho do texto

No entanto, as receitas da empresa saltaram 32% no mesmo período, passando de US$ 954 milhões entre julho e setembro de 2011 para US$ 1,26 bilhão entre os mesmos meses de 2012

O Facebook, maior rede social do mundo, reportou prejuízo de US$ 59 milhões no terceiro trimestre do ano, contra lucro de US$ 227 milhões divulgado no mesmo período do ano passado. No entanto, as receitas da empresa saltaram 32% no mesmo intervalo, passando de US$ 954 milhões entre julho e setembro de 2011 para US$ 1,26 bilhão entre os meses meses deste ano.

Em comunicado, o CEO e cofundador do Facebook, Mark Zuckerberg, afirma que "as pessoas que usam nossos produtos para celular estão mais engajadas, e nós acreditamos que podemos aumentar o engajamento ainda mais conforme continuamos a introduzir novos produtos e a aprimorar nossa plataforma."

TambémFacebook estuda serviços premium para aumentar receita

"Ao mesmo tempo, nós estamos integrando profundamente a monetização em nossas equipes de (desenvolvimento de) produtos para construir uma companhia mais forte e valiosa", informa o comunicado.

Segundo a empresa, a receita proveniente de publicidade somou US$ 1,09 bilhão no terceiro trimestre, o que representa 86% do total e um aumento de 36% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar disso, os custos também aumentaram no período, somando US$ 885 milhões, alta de 64% em relação ao terceiro trimestre de 2011.

Na tentativa de reverter as perdas, a empresa anunciou em setembro que passará a cobrar uma tarifa das empresas pelas ofertas que publiquem destinadas a seus seguidores na rede social, um sistema que até agora era gratuito e limitado.

Veja maisPuxado pelo Brasil, Facebook chega à marca de 1 bilhão de usuários

A rede social, que passou a marca de 1 bilhão de usuários, enfrenta processos envolvendo sua oferta de ações . Investidores alegam ter perdido dinheiro por falhas técnicas na Nasdaq e acusam o Facebook de revelar apenas de modo seletivo informações desfavoráveis sobre suas perspectivas de negócios a analistas de Wall Street que depois as teriam transmitido a investidores privilegiados.

A empresa fez seu IPO em 18 de maio, na terceira maior oferta de ações registrada nos Estados Unidos à época. No entanto, pouco depois a companhia reportou prejuízo de US$ 157 milhões no segundo trimestre, após ter tido seu desempenho afetado pelo aumento dos custos.

    Leia tudo sobre: Facebook

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.