Tamanho do texto

Montadora terá até fevereiro para apresentar seu projeto de investimento; em outubro do ano passado, a companhia anunciou investimentos de US$2,6 bi na construção de uma fábrica em Resende, no Rio de Janeiro

Reuters

O governo publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira portaria habilitando a japonesa Nissan a aderir ao novo regime automotivo brasileiro a partir do próximo ano, apurando créditos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os veículos que trará do exterior enquanto constrói sua fábrica no Rio de Janeiro.

Segundo a portaria publicada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a Nissan terá até fevereiro do próximo ano para apresentar seu projeto de investimento.

Em outubro do ano passado, a montadora anunciou que investirá US$2,6 bilhões na construção de uma fábrica em Resende, com capacidade para produzir 200 mil veículos por ano a partir de 2014.

A empresa foi a primeira montadora habilitada a participar do novo regime automotivo Inovar-Auto, regulamentado pelo governo no começo de outubro de outubro.

Entre os requisitos que autorizam o abatimento de IPI esta a redução do consumo de combustível da média dos veículos produzidos em pelo menos 13,6% em 2017.