Tamanho do texto

De olho nesse potencial, o governo também planeja estimular investimentos em hotelaria e serviços associados nas proximidades dos aeroportos

As obras de infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 e para a Olimpíada do Rio, em 2016, ampliarão as oportunidades de novos negócios, principalmente, na área de serviços.

Infraestrutura de telecomunicações estará pronta a tempo para Copa e Olimpíada

De olho nesse potencial, o governo também planeja estimular investimentos em hotelaria e serviços associados nas proximidades dos aeroportos. A Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) está realizando um projeto de concessão administração de um hotel e estacionamento ao lado do aeroporto Santos Dumont, dentro de um espaço que antes pertencia à companhia aérea Varig.

O negócio engrossará o caldo de uma série de concessões administrativas que a Infraero pretende fazer para reforçar suas receitas em cidades-sede da Copa do Mundo. Na área de hotelaria do Rio, por exemplo, a Infraero estima que a taxa média de ocupação nestes empreendimentos crescerá cerca de 10% ao ano. Segundo o consultor em gestão de aeroportos, José Wilson Massa, a prioridade do governo em buscar parceiros internacionais da iniciativa privada para administrar o aeroporto do Galeão vem das oportunidades abertas pela Copa e Olimpíadas. “O Galeão vai ser uma vitrine mundial nos próximos anos”, afirma.

Para especialistas do setor, a exposição dos megaeventos esportivos dá respaldo para que o governo procure negociar um modelo diferenciado de concessão do Galeão que tenha a Infraero como sócia majoritária na administração do terminal. No ano passado, o Galeão obteve faturamento de R$ 402 milhões, um dos melhores resultados da rede formada por 63 aeroportos da Infraero.

Antes mesmo de qualquer programa de concessão, a Infraero realizou licitação para a construção de um hotel próximo ao aeroporto. O projeto ocupará uma área de 4,8 mil metros quadrados.

Leia mais notícias de economia, política e negócios no jornal Brasil Econômico

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.