Tamanho do texto

Presidente-executivo da Qantas, Alan Joyce, disse estar confiante de que reguladores australianos aprovarão aliança com a Emirates por dez anos

Reuters

O presidente-executivo da Qantas disse estar confiante de que reguladores australianos aprovarão a proposta de aliança com a Emirates e advertiu que uma rejeição a deixaria sem alternativas para operar voos para a Europa.

A maior linha aérea da Austrália anunciou uma aliança de 10 anos com a Emirates no mês passado que está sob avaliação pelo regulador do país, a Comissão de Competição e Consumo Australiana (ACCC, na sigla em inglês).

"Não há como voltar atrás, e não há alternativa para nós continuarmos a trabalhar na Europa sem esse acordo", disse Alan Joyce em uma audiência em Camberra. "E isso está bem claro na apresentação à ACCC".

Qantas, que está encerrando uma parceria de 17 anos com a British Airways, fechou a parceria com a Emirates para fortalecer seu negócio internacional que sofreu perdas internacionais.