Tamanho do texto

Novo modelo 737 MAX ajudou a companhia a acelerar em relação à rival, com pedidos subindo de 36 para 404 no terceiro trimestre

Reuters

A Airbus recebeu menos da metade das encomendas de aviões que a Boeing nos primeiros nove meses do ano, enquanto sua rival norte-americana se beneficiou de um crescimento na demanda por seu novo modelo mais eficiente em combustível.

A Airbus vendeu 437 aviões entre janeiro e setembro, em comparação com 962 da Boeing entre 1º de janeiro e 2 de outubro. Após cancelamentos, a Boeing vendeu 879 aviões, ante 382 da Airbus, com base nos dados mais recentes publicados pelas companhias.

A participação da Boeing no mercado caiu ao pior nível nos 40 anos de história de rivalidade com a Airbus em 2011, mas a chegada do novo modelo 737 MAX ajuda a companhia a acelerar em relação à rival, com pedidos subindo de 36 para 404 no terceiro trimestre.