Tamanho do texto

Companhia que é a controladora da fabricante europeia de aviões Airbus negocia fusão bilionária com a britânica BAE Systems

Reuters

O presidente-executivo da EADS, Tom Enders, mostrou-se nesta quinta-feira disposto a negociar garantias de empregos e manutenção das fábricas na fusão que planeja fazer com a britânica BAE Systems.

"Estou certo de nosso projeto e disposto a negociar garantias de empregos que eu não poderia considerar para a EADS", declarou Enders em entrevista ao jornal alemão Bild, acrescentando que a companhia combinada oferece as melhores oportunidades para o mercado de trabalho alemão.

Enders está tentando convencer políticos na Alemanha, França e Reino Unido a apoiar a fusão das companhias, mas tem encontrado obstáculos em interesses políticos.

A EADS é controladora da fabricante europeia de aviões Airbus.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.