Tamanho do texto

Companhia com US$6,2 bilhões em dívidas pediu concordata em fevereiro e chegou a acordo para ser comprada pela Micron

Reuters

A fabricante de chips Elpida informou a um tribunal japonês que adiou novamente a decisão entre dois planos de reestruturação.

Uma comissão que o tribunal criou para examinar os planos de compra pela concorrente norte-americana Micron ou por um grupo de detentores de títulos da Elpida deve fazer uma recomendação até 29 de outubro, um mês após o previsto, segundo a fabricante.

O tribunal vai tomar uma decisão com base no que a comissão indicar. A Elpida, com 482 bilhões de ienes (US$6,2 bilhões) em dívidas, pediu concordata em fevereiro e chegou a acordo para ser comprada pela Micron.