Tamanho do texto

A ação contra o iPhone 5 se insere no processo apresentado em abril pela Samsung contra a Apple, empresa a qual acusa de infringir oito de suas patentes

EFE

A Samsung informou nesta terça-feira que apresentou a um tribunal da Califórnia uma solicitação para incluir o iPhone 5 no processo por violação de patentes que impôs contra a Apple nos Estados Unidos. A multinacional sul-coreana explicou em um breve comunicado que sempre preferiu "concorrer no mercado e não nos tribunais", mas a Apple "segue tomando agressivas medidas legais que limitam a concorrência no mercado".

Por isso, acrescenta a nota, "não temos outra opção se não tomar as medidas necessárias para proteger nossas inovações e os direitos de propriedade intelectual".

A ação contra o iPhone 5 no Tribunal do Distrito Norte da Califórnia se insere no processo apresentado em abril pela Samsung contra a Apple, empresa a qual acusa de infringir oito de suas patentes.

O mesmo tribunal, no qual ambas as companhias interpuseram mútuos processos por patentes, decidiu anular a proibição de vendas que impôs contra o Galaxy Tab 10.1, da Samsung, ao argumentar que o tablet não viola as patentes da Apple, indicou o grupo sul-coreano. As decisões do tribunal americano até hoje haviam sido consideradas, em geral, vitórias para a Apple.

Em agosto, a Justiça considerou que a Samsung violou seis patentes de sua concorrente, e lhe condenou a uma multa de US$ 1 bilhão. O veredicto, que concluiu um julgamento de cerca de dois meses de duração, não considerou as denúncias apresentadas pela Samsung - que mais tarde anunciou sua decisão de recorrer - e adiou para dezembro a decisão de proibir ou não as vendas de aparelhos da empresa sul-coreana.