Tamanho do texto

Associação que representa cerca de 80% das companhias aéreas do mundo prevê que a indústria terá um lucro líquido de US$4,1 bilhões neste ano, acima da previsão anterior de US$3 bilhões; lucro em 2011 tinha sido de US$8,4 bilhões

Reuters

As companhias aéreas do mundo aumentaram as respectivas previsões de lucro para 2012 e acreditam em melhor performance em 2013, tendo em vista que os esforços das norte-americanas para cortar capacidade aumentaram as margens e a demanda na Ásia tem se segurado, informou nesta segunda-feira a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, em inglês).

A Iata, que representa cerca de 80% das companhias aéreas do mundo, agora prevê que a indústria terá um lucro líquido de US$4,1 bilhões neste ano, acima da previsão anterior de US$3 bilhões. O lucro em 2011 tinha sido de US$8,4 bilhões.

A associação estimou, na primeira previsão para 2013, que o lucro da indústria saltará para US$7,5 bilhões, ajudado pela expansão de 4,5% no tráfego de passageiros e de 2,4% no transporte de carga.

"O aumento da previsão se deve à melhor performance das companhias em um difícil cenário", afirmou a Iata em comunicado.