Tamanho do texto

Executivo comandou o tradicional jornal por 30 anos

EFE

Arthur Ochs Sulzberger, ex-editor e diretor executivo do jornal "The New York Times" da década de 60 à de 90, faleceu neste sábado aos 86 anos de idade em Nova York, informou sua família.

Sulzberger, em foto de 2007
Getty Images
Sulzberger, em foto de 2007

Em nota no próprio jornal, seus familiares disseram que ele morreu em casa após uma longa luta contra uma doença que não especificaram.

Sulzberger, que deixou o cargo em 1992 para seu filho Arthur Ochs Sulzberger, Jr, liderou o prestigioso jornal durante a época da Guerra do Vietnã e foi um dos protagonistas de sua transformação em uma das referências mundiais no último quarto do século passado.

Ele passou a grande parte de sua carreira jornalística no jornal nova-iorquino, desde que entrou, em 1951, e trabalhou nos escritórios do New York Times em Paris, Roma e Londres como correspondente internacional. Sulzberger serviu, além disso, como fuzileiro na Segunda Guerra Mundial e na Guerra da Coreia.

O lendário editor sucedeu neste cago seu pai, Arthur Hays Sulzberger, em 1963, e recebeu a direção da publicação por parte de seu avô materno, Adolph Simon Ochs, que comprou o "NYT" em 1896. Seu filho, atual editor, enviou hoje uma carta aos funcionários nos quais destacou o trabalho jornalístico de seu pai.

"Ele sempre pensou que se aderíssemos a nossos princípios mais fundamentais, poderíamos garantir nossa capacidade de fazer um jornalismo excepcional. Estava absolutamente certo, como editor estabeleceu novos níveis de excelência com o Times, ganhando 31 prêmios Pulitzer durante sua direção", disse Sulzberger Jr.