Tamanho do texto

Segundo o presidente do grupo JBS, Wesley Batista, é necessário mais investimentos em genética, nutrição e tecnologia para elevar as taxas de produtividade e suportar o aumento da demanda por alimentos

Agência Estado

O presidente do grupo JBS, Wesley Batista, disse nesta terça-feira, durante o Global Agribusiness Forum, que o crescimento da demanda por proteína nos mercados de emergentes cria novas oportunidades para o grupo.

Segundo ele, para atender a este aumento de demanda, o grupo está aumentando seus investimentos em tecnologia.

"Hoje os Estados Unidos possuem 495 milhões de cabeças de gado e produzem 11,5 milhões de toneladas de carne. O Brasil possui o dobro de cabeças e produz apenas 9,5 milhões de toneladas de carne", disse.

Para o executivo, isto indica necessidade mais investimentos em genética, nutrição e tecnologia para elevar as taxas de produtividade para suportar o crescente aumento da demanda por alimentos.