Tamanho do texto

Segundo o conselheiro relator da operação, Ricardo Ruiz, possibilidade de ajuste nas malhas já estava prevista para corrigir eventuais sazonalidades na demanda

Agência Estado

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira uma flexibilização no Acordo para Preservação da Reversibilidade da Operação (Apro), assinado durante o processo de fusão da Gol com a WebJet, para permitir que as companhias adaptem algumas de suas rotas, antes mesmo do julgamento final do caso pelo órgão antitruste.

Segundo o conselheiro relator da operação, Ricardo Ruiz, essa possibilidade de ajuste nas malhas já estava prevista no Apro para corrigir eventuais sazonalidades na demanda pelo transporte aéreo.

Ruiz acredita que o Cade deve julgar a fusão entre as duas companhias ainda neste ano, mas não quis fixar uma data para que isso ocorra.

Segundo ele, o órgão já concluiu a instrução do processo, que já está em seu gabinete.