Tamanho do texto

Companhia que apresentou o próprio navegador de internet para aparelhos móveis em Pequim, está investindo pesado em computação na nuvem como o cerne da estratégia móvel

O Baidu, maior site de buscas da China, investirá mais de 10 bilhões de iuans (US$1,6 bilhão) para montar um centro de computação na nuvem, disse a vice-presidente financeira, Jennifer Li, nesta segunda-feira.

Baidu, que apresentou o próprio navegador de Internet para aparelhos móveis na conferência anual da companhia em Pequim, está investindo pesado em computação na nuvem como o cerne da estratégia móvel para se capitalizar neste crescente mercado.

"Computação na nuvem" é um termo utilizado para descrever armazenamento de dados, processamento e outros serviços feitos através da web.