Tamanho do texto

Empresário permanece como presidente do Conselho do GPA, mas com a venda deste primeiro bloco de ações, garante o direito de venda de um segundo bloco de ações ordinárias, correspondente à totalidade de sua participação na Wilkes

Valor Online

O empresário Abilio Diniz informou hoje ao grupo francês Casino que está exercendo sua primeira opção de venda de ações da Wilkes Participações, controladora do Grupo Pão de Açúcar (GPA). A operação inclui 2,4% do capital social da empresa, por US$ 10,5 milhões, e já estava prevista no acordo de acionistas. Com essa informação divulgada hoje, tende a ficar mais claro ao mercado a decisão de Diniz seguir as normas de contrato de acionistas de Wilkes.

Leia também: Lucro do Casino cai 6,6% no 1º semestre
Após 50 anos, chega ao fim a era Abilio Diniz no Pão de Açúcar
Abilio desabafa no Twitter e se diz "cansado sobre especulações"

Ao fim da transação, que será realizada no dia 22 de agosto, o empresário ficará com 47,6% da Wilkes e a varejista chefiada por Jean-Charles Naouri, com 52,4%. Com a venda dos papéis, a transferência do controle do GPA é concluída, depois de ter sido iniciada em 22 de junho, quando o Casino assumiu a maioria dos assentos no conselho de administração da brasileira.

Diniz tinha de comunicar o Casino 15 dias antes de a alienação dos papéis ser fechada. Adicionalmente, existe uma segunda opção de venda, que abrange todas as ações em poder do empresário. A partir de junho de 2014, Diniz tem oito anos para exercer este direito. Caso o faça, o grupo francês será obrigado a comprar toda a participação do empresário brasileiro na Wilkes.