Tamanho do texto

Detalhes do acordo não são divulgados, mas ações da rede social sobem quase 6%

Compra da Face.com é novo passo do Facebook após compra do aplicativo Instagram
AP
Compra da Face.com é novo passo do Facebook após compra do aplicativo Instagram

O Facebook anunciou nesta segunda-feira a aquisição da Face.com, cuja tecnologia de reconhecimento facial já é utilizada pela rede social para ajudar usuários a identificar e marcar fotos.

O acordo incrementa uma das características mais populares do Facebook - o compartilhamento e manejo de fotos -, mas o uso da tecnologia levantou preocupações sobre a privacidade dos usuários.

Reagindo a questionamentos de defensores de direitos de privacidade da Europa e dos Estados Unidos, no ano passado o Facebook permitiu que usuários desativem a controversa tecnologia de reconhecimento facial para imagens postadas na rede social, num esforço para lidar com preocupações de que o site tenha violado a privacidade de seus usuários.

Nenhuma das companhias divulgou detalhes do negócio, que deve ser fechado nas próximas semanas. Relatos da mídia nas últimas semanas estimaram a transação em entre US$ 80 milhões e US$ 100 milhões.

O Facebook passará a controlar a tecnologia e os 11 funcionários da empresa israelense.

A Face.com, que já angariou quase US$ 5 milhões de investidores, incluindo o site russo de buscas Yandex, lançou seu primeiro produto em 2009.

A empresa desenvolve aplicativos autônomos para auxiliar usuários a identificar fotos próprias e de amigos no Facebook, além de fornecer tecnologias que foram integradas ao site de rede social.

A ação do Facebook tinha alta de 5,1%, às 16h22 (horário de Brasília).

    Leia tudo sobre: Facebook Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.