Tamanho do texto

Produção total passou de 6,4 milhões de barris de óleo equivalente por dia para 5,2 milhões; plano considera preço do barril convergindo para a faixa entre US$ 90 e US$ 100

O novo plano de negócios da Petrobras, divulgado hoje, tem meta de produção total para 2020 de 5,2 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) por dia, menor que a meta de 6,4 milhões de BOE por dia divulgada em 2011. O plano de negócios anunciado no ano passado era para o período entre 2011 e 2015, e o plano que a empresa divulgou hoje é para os anos de 2012 a 2016.

LeiaPetrobras aprova investimentos de US$ 236,5 bilhões até 2016

No Brasil, a empresa apresentou meta de produção de 5,2 milhões de BOE por dia em 2020, ante meta de 4,9 milhões de BOE por dia divulgada no ano passado. No plano de negócios anterior, a companhia estimava o preço do barril tipo Brent em US$ 110 para 2011 e em US$ 80 para os anos seguintes. Já o plano divulgado hoje considera o preço do barril convergindo para a faixa entre US$ 90 e US$ 100 para o período até 2016.

Em relação aos investimentos, a meta para a área de exploração e produção é de aporte de US$ 141,8 bilhões de 2012 a 2016, ante meta anterior de US$ 127,5 bilhões no período de 2011 a 2015. A área de refino, transporte e comercialização receberá R$ 65,5 bilhões em investimentos de 2012 a 2016, sendo que a meta anterior previa investimentos de R$ 70,6 bilhões de 2011 a 2015.

TambémPetrobras precisa captar até US$ 18 bilhões por ano para projetos

As ações da empresa seguem em queda, com maior desvalorização do Ibovespa. Há pouco as preferenciais recuavam 2,9%, a R$ 18,35 e as ordinárias perdiam 3,1%, a R$ 19,02. A bolsa opera em baixa de 0,5%. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.