Tamanho do texto

Segundo informou a companhia, o Porto Carbonífero, será um posto privado com concessão por um período de 30 anos

A CCX, empresa de mineração de carvão do grupo EBX, de Eike Batista, publicou na segunda-feira um "aviso de intenção" em jornais colombianos para informar à opinião pública do país que pretende requerer concessão para construir um porto privado no departamento de La Guajira.

O anúncio é uma das etapas requeridas pela legislação colombiana para o pedido de concessão.

Ações da CCX, de Eike Batista, estreiam com alta na Bovespa

Sonho sempre foi ir para a Colômbia, diz Eike Batista

De acordo com as leis do país, daqui a 45 dias a companhia poderá entrar com o pedido oficial junto à Agência Nacional de Infraestrutura da Colômbia.

Segundo informou a CCX, o Porto Carbonífero, como será batizado, será um posto privado com concessão por um período de 30 anos.

O empreendimento faz parte do projeto da CCX para a região, que inclui a exploração da mina de carvão e a construção de uma ferrovia, além do terminal portuário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.