Tamanho do texto

De acordo com pesquisa do instituto OH!Panel, 98,3% dos internautas usam o comércio eletrônico e quase 70% pretende usufruí-lo ainda mais

Usar a internet para adquirir produtos e serviços já é um hábito entre os brasileiros. Quase 100%, exatamente 98,3% dos internautas do País, realizaram compras ou vendas online nos últimos 12 meses, segundo a empresa de pesquisas de mercado OH!Panel. O levantamento foi encomendado pelo site de comércio eletrônico Mercado Livre e obtida com exclusividade pelo iG.

Foram entrevistados 4.774 usuários com mais de 16 anos entre 23 de abril e 8 de maio. O Brasil é líder na América Latina, à frente de Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, Uruguai e Venezuela. A média entre os latinos que fazem transações pela rede é de 97,5%.

Leia também: Internet vai superar jornais em investimento publicitário em 2012

Mesmo com o grande percentual de pessoas que compram e vendem online, 67,9% dos entrevistados querem usufruir ainda mais do comércio eletrônico. Para Helisson Lemos, diretor geral do Mercado Livre no Brasil, a desconfiança do consumidor em transações eletrônicas tem diminuído e “quanto mais informado o usuário, menor o medo de realizar compras e vendas online”.

Os usuários ainda sinalizaram interesse nos serviços e-banking (60,6%), nas compras e pagamentos por meio de dispositivos móveis (43,7%), na realização de cursos e-learning (34,2%) e no uso de e-commerce com fins de turismo (30,9%).

Segundo Lemos, o interesse tem contribuído para o crescimento do setor, que foi de 25% no ano passado. “Só o Mercado Livre cresceu 37% em 2011”, diz. “Foram US$4,8 bilhões movimentados pelo site no ano passado em comparação com US$ 3,4 bilhões em 2010.”

Perfil do internauta brasileiro

Pesquisa indica os motivos do brasileiro para acessar a rede

Gerando gráfico...
Fonte: OH! Panel

A pesquisa também analisou o comportamento dos internautas. As redes sociais foram apontadas como o motivo para que 6 em cada 10 brasileiros se conecte à internet. A favorita é o Facebook com 96,7% dos entrevistados, seguida pelo Orkut (67,6%) e pelo Twitter (48,4%). Mas a rede também é utilizada por 65,1% dos entrevistados para acompanhar novidades sobre o trabalho durante o tempo livre.

De acordo com dados divulgados em abril pelo IBOPE Nielsen Online, 42% da população brasileira tem acesso à internet e o total de pessoas conectadas à rede cresceu 8% em relação a 2011, passando de 73,9 milhões para 80 milhões de usuários.

Já os dados da pesquisa Mapa da Inclusão Digital da Fundação Getútlio Vargas (FGV) mostram que 33% dos brasileiros têm acesso à internet em casa e quase a metade deles utiliza banda larga. A quantidade crescente de internautas aumenta a demanda por publicidade digital e cria o cenário otimista para as compras na rede.