Tamanho do texto

Queda no lucro foi reflexo de dificuldades em mercados fora da América do Norte, especialmente na Europa

selo

O lucro da General Motors caiu para US$ 1 bilhão no primeiro trimestre deste ano, de US$ 3,2 bilhões no mesmo período do ano passado. Os ganhos por ação recuaram para US$ 0,93, excluindo despesas especiais no valor de US$ 0,33, de US$ 1,77 um ano antes.

Apesar da queda, o resultado superou a previsão dos analistas, de US$ 0,85 por ação. A queda no lucro foi consequência de dificuldades fora da América do Norte, especialmente na Europa, e do fato de os ganhos do primeiro trimestre do ano passado terem sido impulsionados pela venda de fatias em duas subsidiárias, a Delphi Automotive e a Ally Financial.

A receita da montadora cresceu 4%, para US$ 37,8 bilhões, e as margens globais aumentaram para 5,8%, de 5,6%. Na América do Norte a GM lucrou US$ 1,7 bilhão, acima de US$ 1,3 bilhão no mesmo período de 2011.

Na América do Sul os ganhos diminuíram para US$ 83 milhões, de US$ 90 milhões, e na Europa a GM teve prejuízo de US$ 256 milhões, comparação com o lucro de US$ 5 milhões anterior.

Segundo Dan Ammann, diretor-financeiro da GM, "é muito cedo para dizer" quando as perdas na Europa chegarão ao piso. "Ainda temos um longo caminho a percorrer", afirmou.

A divisão financeira da GM teve lucro de US$ 181 milhões no primeiro trimestre, de US$ 130 milhões no mesmo período do ano passado. As informações são da Dow Jones.