Tamanho do texto

Antes de acertar a mão, montou e desmontou mais de 38 empreendimentos em diversos ramos como pastelaria, sorveteria, confecção e buffet infantil

Brasil Econômico

Alvaro Aoas reergueu o tradicional Bar Brahma, na região central de São Paulo
Divulgação
Alvaro Aoas reergueu o tradicional Bar Brahma, na região central de São Paulo

Nascido no Imirim, Zona Norte de São Paulo, descendente de palestinos, Alvaro Aoas é neto, bisneto e filho de comerciantes. “Meu pai tinha uma lojinha no centro de São Paulo. Quando eu era criança eu gostava de ir trabalhar com ele, toda vez que eu estava lá me encantava mais pela região central”, relembra Aoas, responsável pelo reerguimento do Bar Brahma.

LEIA MAIS: Conheça os mecanismos de internacionalização das franquias brasileiras

Após um período pela Europa, observando bares em grandes metrópoles, retornou ao Brasil, e se tornou dono de um dos mais famosos estabelecimentos da década de 90. Fez do Café São Paulo, uma espécie de ponto de encontro dos músicos de jazz, blues e black music, até estrelas da MPB como Dori Caymmi, Claudete Soares, Jamelão, entre outros. Antes de acertar a mão no Bar Brahma e em outros negócios, montou e desmontou mais de 38 empreendimentos nos mais diversos ramos como pastelaria, sorveteria, confecção, casa de forró e buffet infantil.

Toda essa expertise foi observada como fator predominante para o maior desafio da carreira. Aoas estava satisfeito com o negócio, mas numa noite de 1999, foi procurado por um senhor que lhe disse: só você pode reerguer o Bar Brahma e salvar o centro de São Paulo. Na época, o estabelecimento estava fechado e o prédio, na esquina das avenidas São João e Ipiranga, estava prestes a ser alugado para uma igreja evangélica, porém Aoas aceitou o convite, e a partir daí iniciou o processo de reestruturação do estabelecimento, que havia sido fundado em 1948 e tinha decretado falência.

LEIA MAIS: Cinco passos obrigatórios para acertar na abertura de franquia

“Era duas da manhã, eu estava no caixa do Café São Paulo, e surgiu do nada um senhor querendo falar comigo, ele não estava embriagado, e me veio com o desafio de ressuscitar o Bar Brahma. Depois da conversa com o aquele senhor de nome Armando, eu fui para casa e não conseguia dormir. No dia seguinte, eu que não tinha dinheiro sobrando falei para o meu filho, tomei posse e disse nós vamos reabrir o Bar Brahma”, relembra Aoas.

Bar Brahma fica na famosa esquina da Ipiranga com a São João, eternizada em
Divulgação
Bar Brahma fica na famosa esquina da Ipiranga com a São João, eternizada em "Sampa", de Caetano Veloso

Visionário, estrategista e muito comunicativo, Álvaro Aoas, no dia 9 de janeiro de 2001 trouxe definitivamente o charmoso Bar Brahma de volta à noite paulistana. Atualmente gerencia mais de 11 novas unidades distribuídas pela cidade. Ao todo, são empregados mais de 350 funcionários, número que dobra no Carnaval, quando toca o projeto do camarote Brahma. Além disso, gerencia operações nos maiores rodeios do país.

LEIA MAIS: Administração de empresas: você sabe gerir um negócio? Veja dicas

Para quem pensa em empreender, Aoas recomenda que preserve os relacionamentos, tenha competência e transparência, além de muita entrega ao trabalho. “Na vida, uso muito a matemática das atitudes. Se você tiver uma atitude por mês, em dez anos serão 120, se tiver dez por dia, em dez anos serão 36 mil. Usando a matemática das atitudes, não tem como não obter bons resultados. ”

Como diz Caetano Veloso, na canção que leva o nome “sampa”, alguma coisa acontece no coração de todo mundo ao cruzar a avenida Ipiranga com a São João, e com Álvaro Aoas não foi diferente.

*Antonio Luis, especial para o Brasil Econômico.