Tamanho do texto

As emissões de CO2 na União Europeia (UE) sofreram uma redução de 6% em 2008 em relação ao ano anterior em consequência da crise econômica, anunciou o instituto de pesquisas Point Carbon, com sede em Oslo.

Os 27 países que participam no sistema europeu de intercâmbio de cotas de emissões de CO2 emitiram 2,111 bilhões de toneladas de gases de efeito estufa, contra 2,245 bilhões de toneladas no ano anterior.

"Estas cifras nos dizem duas coisas. Confirmam que a recessão causa uma queda das emissões sob a forma de produção industrial e uma demanda de energia menor", comentou Kjersti Ulset, do Point Carbon.

"Mas também mostram que o mercado do carbono funciona bem. As reduções de emissões observadas no setor energético são em parte consequencia do elevado preço do CO2 que tivemos no primeiro semestre de 2008", acrescentou.

As reduções mais importantes aconteceram nos setores do "cimento, cal e vidro" (-9%) e "papel e celulose de papel", o que indica que são os setores mais afetados pela recessão.

A Alemanha foi a principal fonte de emissões na Europa (22%), superando a Grã-Bretanha (13%).

phy/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.