Tamanho do texto

A Embratel S.A irá captar até R$ 400 milhões por meio de notas promissórias, de acordo com aviso publicado hoje nos jornais.

Serão emitidos 16 títulos com valor unitário de R$ 25 milhões. Os papéis terão prazo de vencimento de 180 dias e remuneração equivalente a 118,50% do CDI.

Os recursos captados serão usados para o pagamento de bônus de dívida emitido pela Embratel S.A em 3 de dezembro de 2003, com garantia de sua controladora, a Embratel Participações S.A., no valor total de principal de US$ 178,750 milhões, acrescidos de juros remuneratórios anuais de 11%, pagos semestralmente, e vencimento final no próximo dia 15. "Na hipótese das notas promissórias não serem integralizadas até 15 de dezembro de 2008, os recursos captados por meio de sua distribuição pública serão destinados ao pagamento de um ou mais empréstimos-ponte que venham a ser contraídos com o objetivo de realizar o pagamento do bônus aqui descrito", segundo a empresa.

A Caixa Econômica Federal (CEF) atua como coordenadora líder da emissão de notas promissórias da Embratel S.A. O HSBC também participa da operação. As duas instituições financeiras deram garantia firme de subscrição dos papéis na proporção de 50% para cada um.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.