Tamanho do texto

Cálculo leva em conta arredação média e não considera uma redução na entrada de capital estrangeiro

selo

A Receita Federal estima que a elevação de 2% para 4% na alíquota do IOF para o investimento estrangeiro em renda fixa terá um impacto anual positivo da ordem de R$ 1,5 bilhão para os cofres do governo. O cálculo considera a média de arrecadação dos últimos meses e não faz simulações sobre o possível impacto da medida no fluxo de moeda estrangeira para o Brasil.

Ou seja, se a medida surtir o efeito desejado de reduzir a entrada de moeda estrangeira no País para ganhar com juro alto, o impacto na arrecadação tende a ser menor. Por outro lado, se os investidores internacionais continuarem achando que, mesmo com IOF, o carry trade (operação em que se toma recursos no exterior a juros próximo de zero e se aplica na taxa brasileira) é recompensador e a trajetória de elevação do fluxo externo para renda fixa no Brasil prosseguir, a arrecadação poderá ser até maior.

Para 2010, a estimativa do governo é de uma receita extra de R$ 333 milhões. Esse cálculo considera o impacto em 20 dias de outubro (R$ 83 milhões) e dos meses de novembro e dezembro (R$ 125 milhões por mês).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.