Tamanho do texto

O presidente da Eletrobrás, Luiz Antonio Muniz Lopes, afirmou hoje que a empresa está concluindo os estudos de impacto ambiental sobre a usina de Belo Monte, localizada no Rio Xingu, Pará. A expectativa da empresa é finalizar este trabalho no mês de outubro.

"Neste momento a Eletrobrás está concluindo o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima). Entregues esses estudos ao Ibama, a Eletrobrás vai aguardar a licença prévia e a orientação do acionista majoritário, no momento certo, de qual será a participação dela no processo de licitação da concessão. Isso não está definido", afirmou Lopes.

Ele lembrou que os estudos de viabilidade técnica e econômica já foram entregues à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2002 e destacou que os questionamentos apresentados pelo Ministério Público sobre o projeto não existem mais.

Em conversa com jornalistas após participar de reunião do Conselho Superior de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT), na Fiesp, Lopes descartou uma possível competição entre diferentes empresas do grupo no leilão de concessão da usina, a exemplo do que aconteceu no caso das hidrelétricas do Rio Madeira. "A disputa de duas empresas do sistema Eletrobrás é impossível", disse. A usina de Belo Monte deve ser licitada em setembro de 2009, de acordo com expectativa da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.