Tamanho do texto

Uma edição original de Fleurs du mal, Flores do mal, de Charles Baudelaire, com dedicatória escrita de próprio punho e assinada pelo autor, foi vendida ao preço recorde de 775.000 euros (com despesas incluídas) nesta terça-feira, durante um leilão excepcional, no Hôtel Drouot em Paris, de objetos que pertenceram ao poeta francês.

A venda de 180 lotes de cartas, livros e objetos que fizeram parte da vida de Baudelaire chegou a um total de 4.050.000 euros, ou mais que o dobro das estimativas. Esta coleção fazia parte do fundo "Aupick-Ancelle", transmitido de geração em geração entre o poeta e seus herdeiros.

Uma edição precedente de "Fleurs du mal" (1857), também com uma dedicatória, havia atingido 560.000 euros em 2007 na Casa Sotheby's, precisou à AFP o organizador da venda, François Vallériaux.

Uma carta de Baudelaire a seu advogado e conselheiro, Narcise Ancelle, datada de 30 de junho de 1945 e conhecida como "a carta do suicídio", na qual anuncia a intenção de se matar, foi arremadata por 225.000 euros.

Também constava da venda o dicionário utilizado pelo poeta para traduzir Edgar Poe.

dch/bir/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas