Tamanho do texto

Segundo Secretário da Fazenda, país tem motores "bem balanceados" e deve crescer 3,5% em 2012, contra 3,9% do ano passado

MONTEVIDÉU, 18 Mar (Reuters) - A economia do México tem seus motores "bem balanceados", com dinamismo nas exportações e no consumo, o que permitirá crescer este ano em níveis próximos à média da América Latina, sem risco inflacionário, disse neste domingo o secretário de Fazenda do México, José Antonio Meade.

A expectativa é de que a economia mexicana, a segunda maior da América Latina, cresça 3,5% neste ano, após expandir-se 3,9% em 2011.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento projetou, em sua assembléia anual no Uruguai, que a região teria um crescimento médio de 3,6 por cento em 2012.

Em entrevista à Reuters, Meade disse que, na economia do México, "não se percebe nenhum risco inflacionário".

(Reportagem de Guido Nejamkis)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.