Tamanho do texto

Livro Bege também revelou que a fraqueza no setor de habitação evitou recuperação mais significativa na maioria dos distritos pesquisados

selo

A economia dos Estados Unidos mostrou sinais de melhora nas últimas seis semanas de 2011, impulsionada pelas vendas de fim de ano, de acordo com o Livro Bege do Federal Reserve, relatório utilizado pelo banco central norte-americano na elaboração de políticas monetárias. O documento também revelou que a fraqueza no setor de habitação evitou uma recuperação mais significativa na maioria das regiões pesquisadas e que a pressão inflacionária segue limitada. 

Em sete dos 12 distritos avaliados pelo Federal Reserve o ritmo de crescimento da economia durante o período foi avaliado como "modesto". Nas regiões de Dallas e de San Francisco, o adjetivo usado foi "moderado", enquanto em Nova York e Chicago a percepção foi de "retomada" no crescimento. O distrito de Richmond afirmou que a "atividade ficou estável ou melhorou levemente".

Leia mais : Obama pede que empresas dos EUA tragam empregos para casa

"As informações em geral sugerem melhora contínua nas condições econômicas nos últimos meses, com a maioria dos distritos destacando condições mais favoráveis do que as apontadas" em meados de 2011, afirma o Livro Bege. 

As vendas do setor varejista no final do ano passado cresceram significativamente em relação a igual período de 2010 na maioria dos distritos. Equipamentos eletrônicos e joias estavam entre os itens mais vendidos. Itens de luxo em geral venderam bem em Chicago. O segmento de viagens e turismo também registrou um bom desempenho na maioria das áreas. 

Em Boston, as varejistas esperam que a receita de 2011 supere a de 2010. Em Nova York, elas "em geral descreveram os gastos de final de ano como robustos, principalmente nos últimos dias antes do Natal e após a data".

Veja também : Criação de 200 mil empregos gera otimismo sobre economia dos EUA

O mercado de habitação manteve-se estável, mas "em níveis muito baixos". Os preços não apresentaram alteração na comparação com meses anteriores, mas a maioria continua abaixo dos níveis registrados em 2010. O grande estoque de propriedades foi uma fonte de pressão sobre os preços em Boston, Richmond, Chicago e San Francisco. As informações são Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas