Tamanho do texto

SÃO PAULO - A expectativa dos agentes financeiros ouvidos pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus é de que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil apresenta expansão de 5,50% em 2010 e de 4,50% em 2011. Enquanto a projeção para o desempenho econômico doméstico deste ano foi levemente alterada - antes, estava em 5,45% -, a do calendário seguinte não foi mexida.

O mercado também repetiu o prognóstico para o saldo da balança comercial em 2010, de superávit de US$ 10 bilhões, e a expectativa para a entrada de investimento estrangeiro direto no mesmo intervalo, de US$ 38 bilhões.

Modificaram, contudo, a estimativa para o déficit em conta corrente neste exercício, de US$ 51 bilhões para US$ 50 bilhões, e a projeção de aumento da produção industrial, de 8,74% para 8,79%.

(Juliana Cardoso | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.