Tamanho do texto

O pregão nova-iorquino abriu em números vermelhos, mas inverteu essa tendência

O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou em alta de 0,4% nesta segunda-feira, estimulado pela expansão do setor manufatureiro americano no mês passado. Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, somou 52,45 pontos, para 13.264,49.

Já o índice seletivo S&P 500 subiu 0,74%, para 1.418,90, e o indicador da bolsa eletrônica, a Nasdaq, avançou 0,91% e fechou aos 3.119,70. O pregão nova-iorquino abriu hoje em números vermelhos, mas inverteu essa tendência devido à divulgação de que o índice elaborado pelo Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM) para medir a atividade do setor manufatureiro dos EUA subiu em março para 53,4 pontos, um a mais do que em fevereiro.

Leia também: Dólar tem alta de 0,31% cotado a R$ 1,831

Dessa forma, apenas quatro dos componentes do Dow Jones fecharam o dia em baixa: Home Depot (-0,64%), Pfizer (-0,24%), United Technologies (-0,25%) e General Electric (-0,25%). Já as principais altas foram de Alcoa (1,5%), Bank of America (1,15%), Boeing (1,08%) e Chevron (1,02%). Também subiu nesse índice o grupo IBM (0,39%), que hoje atingiu um recorde histórico no preço de suas ações - US$ 209,69, embora tenha terminado o dia avaliado em US$ 209,47 por unidade.

Já na Nasdaq destacaram-se as altas de Apple (3,18%), Yahoo! (1,54%), Dell (1,05%) e Google (0,89%). Em outros mercados, o preço do petróleo subiu 2,14%, para US$ 105,23 por barril, o ouro subiu para US$ 1.679,7 a onça, o dólar ganhava terreno frente ao euro (que era cotado a US$ 1,3325), e a rentabilidade da dívida pública americana a 10 anos recuava para 2,18%.

Leia também: Bovespa sobe com alívio nas preocupações com a China
Ações da Europa iniciam segundo trimestre em alta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.