Tamanho do texto

O mercado interbancário de câmbio abriu hoje as negociações com o dólar comercial à taxa de R$ 2,262, o que representa uma alta de 0,53% em relação ao fechamento dos negócios ontem. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), nos contratos de liquidação à vista (em dois dias úteis), o dólar iniciou a sessão cotado a R$ 2,265, valorização de 1,12%.

Mas às 10h18, o dólar comercial já era negociado a R$ 2,252, em alta de apenas 0,09%, reduzindo a valorização inicial. No exterior, o movimento negativo registrado pelos mercados ontem foi alimentado esta manhã por informações ruins sobre a economia europeia e continua, enquanto os investidores aguardam novos dados dos EUA, na esperança de encontrar motivos para retomar o rali mostrado no ano novo. No entanto, essa é uma possibilidade pouco provável - refletida no desânimo dos preços - já que as perspectivas não são as melhores.

A decisão de juros do Banco da Inglaterra é a outra informação de destaque. A taxa foi reduzida em 0,5 ponto porcentual, para 1,5% ao ano. É a menor taxa desde a fundação do banco central inglês, em 1694.

No âmbito doméstico, o mercado de câmbio, bastante dependente do movimento dos investidores internacionais neste começo de 2009, ficará de olho para montar uma definição. Quanto à presença do Banco Central nos negócios, o mercado acredita que será retomada, assim que a liquidez do mercado interbancário assim o exigir.