Tamanho do texto

SÃO PAULO - O real mantém a correlação com o preço do euro e volta a ganhar do dólar nesta segunda-feira. O aumento de preço das commodities também contribui para a valorização da moeda brasileira.

SÃO PAULO - O real mantém a correlação com o preço do euro e volta a ganhar do dólar nesta segunda-feira. O aumento de preço das commodities também contribui para a valorização da moeda brasileira. Por volta das 11h30, o dólar comercial registrava baixa de 0,62%, a R$ 1,760 na compra e R$ 1,762 na venda. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F) o dólar para maio caía 0,25%, para R$ 1,768 na venda. No câmbio externo, o euro recuperava a linha de US$ 1,35, depois que os países da região e o Fundo Monetário Internacional (FMI) formataram um plano de ajuda de até 45 bilhões de euros para a Grécia, que sofre para financiar seu endividamento. Pelos termos, a Grécia tem 30 bilhões de euros disponíveis em empréstimos emergenciais dos países da zona do euro. E o Fundo Monetário Internacional (FMI) vai aportar entre 10 bilhões de euros e 15 bilhões de euros. Os empréstimos terão juros de cerca de 5%, mais barato do que se a Grécia conseguisse os recursos com investidores privados. O presidente do Eurogrupo e premiê de Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, explicou que Atenas deve receber os recursos na forma de empréstimos bilaterais que devem ser coordenados pela Comissão Europeia e serão pagos via Banco Central Europeu (BCE). (Eduardo Campos | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.