Tamanho do texto

Ao falar sobre os resultados trimestrais da Vivendi no terceiro trimestre deste ano, o diretor financeiro da companhia, Philippe Capron, se recusou a comentar se o grupo está considerando elevar a oferta pela brasileira GVT após as duas propostas apresentadas pela espanhola Telefônica. Em setembro, a Vivendi propôs comprar a GVT por US$ 42 por ação.

No entanto, a Telefônica entrou na briga em outubro, ao fazer uma oferta de US$ 48 por ação, elevada para US$ 50,50 por ação neste mês.

Capron também não quis comentar se a Vivendi vai vender sua fatia de 20% na NBC Universal para a General Electric. As ações da Vivendi fecharam a sessão de hoje em queda de 0,71%, a 19,62 euros, na Bolsa de Paris. O valor dos papéis está 16% mais baixo desde o início do ano, em consequência de incertezas com relação à estratégia de aquisição do grupo. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.