Tamanho do texto

Presidenta afirmou que conversou com norte-americano sobre preocupações com a política monetária expansionista de países ricos

Dilma e Obama conversaram sobre o 'tsunami cambial' nesta segunda-feira
EFE
Dilma e Obama conversaram sobre o 'tsunami cambial' nesta segunda-feira
A presidenta Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que expressou ao presidente dos EUA, Barack Obama, preocupações sobre o impacto da política monetária expansionista de países ricos sobre países em desenvolvimento, como o Brasil.

Confira a cobertura completa da visista de Dilma Roussef aos EUA

A presidente, em declarações a jornalistas após encontro com Obama no Salão Oval da Casa Branca, disse que discutiu com Obama sobre a "preocupação do Brasil com políticas monetárias expansionistas ".

Dilma já havia criticado anteriormente os Estados Unidos e países europeus por um "tsunami monetário" que causou fluxo de liquidez para o Brasil, valorizando o real e diminuindo a competitividade das exportações do país.

Leia também: Brasil pede combate a 'tsunami cambial' em reunião da OMC

O porta-voz da Casa Branca Jay Carney, em declaração logo depois à imprensa, recusou-se a comentar a resposta de Obama às preocupações de Dilma.