Tamanho do texto

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou hoje que não faltará energia para projetos de expansão da indústria no País, com o terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) inaugurado esta manhã no Porto de Pecém (Ceará). O Brasil e o Nordeste não correm o menor risco de não ter energia suficiente para crescer, afirmou a ministra, ressaltando que não está descartado apenas o risco de apagão, mas também está garantida a segurança energética no Brasil.

"À medida que os projetos entrem em operação, os incrédulos, que apontavam risco de falta de energia, podem ter certeza de que as suas profecias não se realizarão", disse Dilma, referindo-se também ao segundo terminal de regaseificação de GNL, que está sendo construído no Rio de Janeiro. Sozinha, a unidade de Pecém tem capacidade para regaseificar 7 milhões de metros cúbicos por dia.

Dilma participou, ao lado do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, entre outros, da inauguração do terminal no Ceará. Durante o evento, Lula ressaltou que a prioridade do gás de Pecém será o fornecimento às termelétricas. "O objetivo é não deixar faltar energia na casa das pessoas. Se houver excedente, poderá ser utilizado para outros fins", disse.

Momentos antes, o governador do Ceará, Cid Gomes, que também participou da cerimônia, afirmou que a instalação do terminal afasta de vez a possibilidade de crise energética no Estado, e contou que indústrias instaladas na região, como a Vicunha Têxtil, estavam adiando projetos de investimento por conta da escassez de gás. "Agora temos um estímulo para que novas indústrias se instalem no interior do Estado."

Lula também comemorou o avanço do Brasil na independência energética e disse que, "se for necessário, faremos terminais de regaseificação em outros lugares para que o País tenha condições de ter energia suficiente para crescer".

A Petrobras já estuda a terceira unidade de regaseificação de GNL, a ser instalada provavelmente na Região Sul do País.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.