Tamanho do texto

O valor médio da cesta básica subiu em 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em setembro, na comparação com agosto

selo

O valor médio da cesta básica subiu em 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em setembro, na comparação com agosto. Os maiores aumentos foram registrados em Salvador (3,67%), Rio de Janeiro (3,62%) e Vitória (3,39%).

Em São Paulo, o valor da cesta básica teve alta de 2,30% na comparação entre os dois meses. Com isso, seu preço médio na capital paulista atingiu R$ 241,08, perdendo apenas para o preço da cesta em Porto Alegre, que em setembro somou R$ 243,73, um valor 1,17% mais alto que o de agosto.

Foi registrada queda do valor da cesta em setembro ante agosto apenas em três capitais pesquisadas pelo Dieese: Natal (queda de 1,28%), João Pessoa (baixa de 1,13%) e Aracaju (recuo de 0,80%). As cestas mais baratas foram encontradas em Aracaju (R$ 173,56), João Pessoa (R$ 181,23) e Fortaleza (R$ 185,12).

No acumulado de janeiro a setembro deste ano, os maiores aumentos foram registrados em Goiânia (14,02%), Recife (12,19%) e Salvador (9,07%). Nesse período, apenas em Brasília o preço acumulou queda, de 2,80%. Em São Paulo, houve aumento de 5,65%. Em 12 meses (de outubro de 2009 a setembro de 2010), os maiores aumentos foram registrados em Goiânia (20,06%), Recife (7,72%) e Fortaleza (7,33%). Em São Paulo, o aumento acumulado no período ficou em 4,87%. Houve queda em Brasília (baixa de 1,03%), Porto Alegre (recuo de 0,87%), Vitória (queda de 0,30%), Florianópolis (baixa de 0,24%) e Rio de Janeiro (queda de 0,05%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.