Tamanho do texto

Segundo o instituto, perto de 8% dos acordos igualaram a inflação e 6% ficaram abaixo

Levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostrou que os reajustes salariais em 2011 tiveram ganho real de 1,38%, em média.

O dado é resultado da análise de 702 acordos coletivos de trabalho realizados no País no período.

Segundo o Dieese, 86,8% dos acordos conseguiram aumento acima da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que em 2011 foi de 6,08%.

Esse percentual ficou ligeiramente abaixo do observado em 2010, quando 88,2% das negociações conseguiram aumento superior à inflação.

Para o Dieese, o resultado "confirma a tendência observada nos últimos anos, de que a maioria das categorias conquiste aumentos reais de salário".

Ainda segundo a entidade, perto de 8% dos acordos igualaram a inflação e 6% ficaram abaixo.

O levantamento mostrou que a maioria dos acordos conseguiu aumentos na faixa de 1,01% a 2% acima do INPC.

Cerca de 27% dos reajustes ficaram entre 0,01% a 1% acima do índice. Entre os setores analisados, o comércio tem o maior percentual - 97,3% - de acordos com reajustes acima da inflação no ano passado, seguido pela indústria, com 90,4%, e serviços, com 76,3%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.