Tamanho do texto

Nova contribuição para compensar parte da perda de arrecadação recairá sobre o faturamento bruto das empresas

selo

A desoneração de INSS sobre a folha de pagamentos das empresas para os setores de móveis, calçados, têxteis e software terá início no dia 1º de dezembro, informou a Receita Federal (RF).

O órgão também esclareceu que a nova contribuição que será criada para compensar parte da perda de arrecadação da Previdência Social recairá sobre o faturamento bruto das empresas. A alíquota é de 2,5% para o setor de software e 1,5% para os demais.

Ontem, alguns setores não sabiam se o novo tributo seria cobrado sobre o faturamento bruto ou líquido. Mesmo com a criação da contribuição, o Tesouro ainda terá de arcar com R$ 1,6 bilhão até o final de 2012 para cobrir os prejuízos nas contas da Previdência.

Leia ainda:

- Receita estuda novo tributo para compensar desoneração

- Desoneração da folha não pode ser "saco sem fundo", diz ministro

- Política industrial reduz impostos e desonera folha de pagamento

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.